terça-feira, 26 de dezembro de 2017


Formatos de filmes
             

São variados os formatos de filme existentes no mercado. Cada formato tem a sua aplicação específica sendo necessária uma câmera apropriada para cada formato de filme. Existem diversos formatos de filme pelo motivo de que se alterarmos o tamanho do filme alteramos também a qualidade da imagem final (quanto maior o suporte original) maior definição terá a fotografia ou o vídeo final, permitindo assim maior plasticidade a artistas, maior versatilidade a amadores e maior exatidão para aplicações técnicas.
Atualmente, no meio fotográfico, designa-se por "pequeno formato" todos os tamanhos de filmes inferiores ao de 120, como "médio formato" os tamanhos de 120 e 127 e como "grande formato" todos os tamanhos iguais ou superiores a 4x5 polegadas, estes, normalmente dispostos em chapas.
Os formatos de filmes mais comuns, em fotografia e cinema são:

Pequeno formato
16mm – Formato usado quase em exclusivo nas câmeras Minox (câmeras de pequenas dimensões, conhecidas como cameras de espião). Neste formato o filme vem contido num chassis blindado com duas bobines no interior. Numa destas bobines está o pedaço de filme por expor, avançando o mesmo para a bobine seguinte após ser exposto à luz. Este formato por ser tão pequeno, ainda hoje é usado como filme cinematográfico.



110 e 126 - Para as câmaras simples de uso amador. Nos tamanhos 110 (retangular) e 126 (quadrado), são fáceis de colocar e retirar. Teve sua época áurea nos anos 70, sendo responsável pela popularização da fotografia, mas hoje encontra-se em decadência, decorrente da fragilidade das suas câmeras e pelos resultados inferiores que apresentam, não permitindo grandes ampliações.
126

110


Médio formato
120 e 220 - Formato em que o filme é enrolado num único pino de plástico juntamente com um papel de protecção a todo o seu comprimento. Destina-se a fazer fotogramas de 60x45mm, 60x60mm, 60x70mm e 60x90mm normalmente podendo variar consoante o modelo de câmera usado. O filme de 120 permite fazer 12 fotogramas de 60x60mm, o formato de 220 tem o dobro de filme, permitindo ao fotógrafo fazer 24 exposições de 60x60mm.
É mais utilizado por profissionais. Costuma ser utilizado nas fotos em estúdio, propaganda e eventos sociais. O número de poses é determinado pela câmera, sendo mais comuns os formatos 6x6 (12 poses) e 4,5x6 (15 poses).

120


124 e 127 - Ao longo da história da fotografia existiram diversos formatos desenvolvidos por alguns fabricantes, os quais foram abandonados por estes não se terem tornado norma padrão, são exemplo disso o formato de 124 e o de 127 perfurado, os quais eram semelhantes aos formatos 120 e 220 variando apenas a sua altura (o 124 com 43mm de altura e o 127 com 73mm de altura e com perfuração apenas num dos lados da película).

127

124


135 (conhecido como 35mm) - É o formato mais usado por profissionais e amadores, no qual o filme vem enrolado dentro de uma bobina metálica ou plástica que o protege da luz. Este filme tem perfurações laterais as quais se destinam, em alguma câmeras, a facilitar o avançar e rebobinar do filme. O filme tem o nome de 35mm pois esta é a medida de largura do filme.
Originalmente destinava-se ao cinema, tendo sido adaptado ao uso fotográfico por volta de 1920. Normalmente produzem-se neste formato fotogramas de 24x36mm, podendo em algumas câmeras produzir formatos de 24x72mm, dando origem a fotografias panorâmicas. É o formato com mais opções de sensibilidade ISO e é a categoria de filme que mais recebe inovações tecnológicas pelos fabricantes. Sendo o mais utilizado, seja por amadores ou profissionais, devido à sua versatilidade e disponibilidade tanto para fotos coloridas em papel ou slides, e em preto-e-branco.

135



grande formato
grande formato – normalmente usadas em estúdio, existindo em diversos tamanhos (4x5 pol, 8x10 pol, 11x24 pol). Tem a sua aplicação em trabalhos onde é necessária a máxima qualidade, ou em que não é possível proceder-se a ampliação do negativo, por esta propiciar a diminuição da qualidade final da fotografia. Produzem fotografias de alta resolução e extremamente precisas. Normalmente demandam cuidados especiais na conservação e manuseio, sendo utilizados por profissionais de áreas como a arquitetura e publicitária.



-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
retirei do wikipedia e fotos da internet :assobi:

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Os óculos de Drummond.
Entre a montanha e o mar
ei-lo ali
entre o passado e o porvir
entre o agora e o amanhã
com seu óculos fúlgido e fugidio
observando o tráfego
e o semáforo que não funciona.
Ei-lo ali
sentado no banco
com suas lágrimas de chuva
e seu silêncio de ferro
tão de ferro que é como
um sol de dentro,abrasador
com suas ondas de horas
com seus mesmos sonhos
constituinte de obras:
amor como uma causa simples
amor como um mar afora.
Orlando Rangel

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Amar é tão sagrado
que até o amor
quer ser amado


sexta-feira, 4 de novembro de 2016

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Espectral
Noites asfaltadas em diversos caminhos
passos passarinhos
luas vermelhas no ar.
Becos e vielas em desalinho
ruas sem árvores e vizinhos
som de morcego a voar.
Néons como olhos de cristais
voz de silêncios ornamentais
sons de diferentes intensidades
fogos fátuos ancestrais.
Noite destilada em vórtice
verve da poesia espectral
paradigmas de sonho luzente
ingrediente da espinha dorsal
Ventos que sopram discursos
o mundo que roda dual
entre contrastes e valores
o contexto do oculto sobrenatural